Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

terça-feira, 27 de maio de 2014

80% Kebutuhan Pokok di Timor Leste Diimpor dari Indonesia

Bagus Kurniawan - detikfinance
Senin, 26/05/2014 11:39 WIB

Foto http://finance.detik.com
Yogyakarta - Pihak pemerintah Timor Leste mengakui 80% barang-barang kebutuhan pokok di dalam negeri mereka masih disuplai dari Indonesia. Produk yang diimpor mulai dari produk ringan hingga produk elektronika.

"Kita masih banyak tergantung dari Indonesia. Ada 80% barang-barang yang berasal dari Indonesia. Sisanya dari negara lain seperti China, Australia dan lain-lain," ungkap Direktur Nasional Penelitian dan Pengembangan (DNPP) Kementerian Perdagangan Industri dan Lingkungan, Republik Demokratik Timor Leste, Jacinto Paijo di acara penandatanganan naskah kerjasama dengan Lembaga Pelatihan Smile Group, Yogyakarta, Senin (26/5/2014).

Ia mencontohkan hampir semua barang kebutuhan rumah tangga seperti elektronika, sembako hingga barang kebutuhan sehari-hari seperti korek api masih didatangkan dari Indonesia. Saat ini, ada banyak warga negara Indonesia yang berbisnis di Timor Leste.

"Ada banyak barang-barang yang belum bisa tergantikan sampai saat ini di sana, sehingga harus didatangkan dari Indonesia. Ada banyak sektor home industri dan UKM yang bisa diberdayakan saat ini," katanya.

Menurutnya, pemerintah Timor Leste terus menggenjot sektor ekonomi seperti di bidang pertanian menggalakkan perkebunan kopi, home industri, usaha mikro kecil dan menengah (UMKM) termasuk kerajinan. Perdagangan kopi sebagian besar di ekspor ke luar negeri terutama ke Amerika Serikat (AS).

"Meski sudah banyak investor yang masuk ke Timor Leste, termasuk dari Indonesia. Kemampuan kita masih minim baik infrastruktur dan SDM, sehingga perlu banyak belajar agar bisa meningkat," kata Jacinto.

Ia mengatakan pihaknya telah menjalin hubungan kerjasama dengan lembaga Smile Group sejak 6 tahun lalu untuk memberikan pelatihan peningkatan sumber daya manusia di bidang IT, database, penelitian dan lain-lain. Ada beberapa pegawai di lingkungan Kementerian Perdagangan, Industri dan Lingkungan yang mengikuti pelatihan selama 1 bulan di Indonesia.

"Sebagai negara baru, ke depan kita berharap sektor perdagangan dan industri bisa tumbuh baik dan terus meningkat sehingga perekonomian Timor Leste lebih baik," kata alumnus Magister Ekonomika Pembangunan (MEP) Universitas Gadjah Mada (UGM) ini.
(bgs/hen)

http://finance.detik.com/
read/2014/05/26/113924/2592259/4/80
-kebutuhan-pokok-di-timor-leste-diimpor-dari-indonesia

sábado, 24 de maio de 2014

Fundo Petrolífero de Timor-Leste com 15,7 mil milhões de dólares em Março

2014/05/22-Notícias

O valor do Fundo Petrolífero de Timor-Leste ascendia 15,7 mil milhões de dólares no final de Março passado, de acordo com um relatório quarta-feira  divulgado pelo Banco Central timorense.

No final de 2013, o valor do Fundo Petrolífero timorense era de 14,9 mil milhões de dólares.

O relatório, referente ao primeiro trimestre de 2014, refere que as entradas brutas de capital durante o primeiro trimestre foram de 543,65 milhões de dólares, dos quais 231,18 milhões em contribuições e 312 milhões em pagamentos de “royalties” provenientes da Autoridade Nacional de Petróleo.

“O rendimento dos investimentos do Fundo foi de 179,82 milhões de dólares, dos quais 87,38 milhões sob a forma de recebimentos do dividendo e de juros e 92,44 milhões resultado das alterações do valor de mercados dos títulos detidos”, refere o relatório.

Criado em Agosto de 2005, o Fundo Petrolífero de Timor acolhe as receitas do Estado proveniente da exploração dos recursos petrolíferos, estando a sua gestão à responsabilidade do Banco Central. (macauhub/TL)

www.macauhub.com.mo

terça-feira, 13 de maio de 2014

Portugal, Indonésia e Timor-Leste devem ter cooperação trilateral, diz MNE

Lusa
27/01/2014

Ministro dos Negócios Estrangeiros indonésio está de visita a Portugal.

Portugal, Indonésia e Timor-Leste podem estabelecer uma cooperação trilateral, nomeadamente na área da educação e das energias renováveis, defendeu esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros indonésio, que se encontra em visita a Lisboa.

"A cooperação [entre Portugal e Indonésia] não deve ser só bilateral, mas pode ser, em especial, trilateral, envolvendo o grande vizinho da Indonésia, Timor-Leste, nesta equação", declarou o ministro Marty Natalegawa, que falava numa conferência de imprensa após um encontro com o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros português, Rui Machete.

No encontro, os dois governantes discutiram a possibilidade de esta cooperação entre os três países ocorrer "no campo da educação e até na área das energias renováveis, quando isso for possível, económica e financeiramente", avançou Natalegawa. Também Rui Machete disse ser "particularmente importante" esta relação envolvendo os três países.

Na reunião com o seu homólogo indonésio, foi abordado "o interesse comum a Portugal e à Indonésia no desenvolvimento e estabilidade de Timor-Leste", disse o governante português. Rui Machete lembrou que a próxima cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) decorrerá este ano pela primeira vez na Ásia – na capital de Timor-Leste, Díli – numa altura em que Portugal está a apostar na "intensificação do relacionamento com os parceiros" da Ásia-Pacífico.

"Portugal tem obviamente um interesse particular que Timor-Leste seja um país que progrida e que seja uma montra dos países de língua portuguesa na Ásia. Timor-Leste tem superado os desafios que se lhe têm posto como jovem nação naquele grande continente", sustentou.

Nas declarações à imprensa, o ministro indonésio sublinhou que Portugal e a Indonésia partilham um passado comum: "As nossas histórias estão interligadas. Mas, mais importante que o nosso passado, eu acredito que partilhamos um sentido de futuro comum. A Indonésia é um país que, na última década, se transformou de um país autoritário numa das maiores democracias no mundo e com uma economia forte", defendeu Natalegawa.

Rui Machete fez ainda votos que o Presidente da República indonésio visite ainda este ano Portugal, correspondendo assim à visita realizada pelo chefe de Estado português, Cavaco Silva, em Maio de 2012 àquele país, naquela que foi a primeira visita de Estado de Portugal à Indonésia. Portugal tinha cortado relações diplomáticas com a Indonésia em 1975, na sequência da invasão de Timor-Leste, reatando-as em 1999.

O ministro indonésio aproveitou ainda para desejar "muito sucesso" à cimeira da CPLP que se realizará em Díli, e mencionou que o seu país receberá, em Agosto, um encontro da Aliança das Civilizações das Nações Unidas, "uma iniciativa que foi muito promovida pelo antigo Presidente [Jorge] Sampaio", afirmando esperar "contar com a colaboração e apoio de Portugal".